Bem vindo Maycon Luan!

 

Vamos dar as boas vindas ao atleta @mayconluanskt, nosso mais novo atleta AM. Ai vai um pequeno depoimento, que conta a história dele.

“Meu nome é Maycon Luan da Costa do Amaral, nasci no dia 13/07/1996. Sou natural de Belém do Pará, mas atualmente moro em Caxias do Sul, à um ano quatro meses. Eu comecei a andar de skate em um cidade bem pequena no interior do Pará, chamada Monte Dourado. Essa cidade fica muito distante da capital, só da para chegar la de avião ou então de barco e na cidade não existe nenhuma skateshop, o que dificultava muito para mim conseguir o material de skate . Eu geralmente ia à Belém nas férias da escola , duas vezes por ano, de barco em uma viagem que durava cerca de 40 horas, e lá eu conseguia comprar um shape ou alguma outra coisa que estivesse precisando. Meus pais nunca tiveram condição de me ajudar com material, então eu só conseguia comprar no máximo uns dois shapes por ano, o que não durava muito tempo, pois eu sempre andei de skate todos os dias, e lá não tinha pista, então eu andava sempre na rua com o que fazia o shape e todas as outras peças terem uma vida útil muito curta. Logo no inicio eu tinha uns 10 amigos que andavam de skate comigo, porém depois de uns 3 meses quase todos pararam e eu continuei andando de skate praticamente sozinho na cidade. Esses meus amigos que pararam todos tinham skate, então com o tempo eles foram me vendendo e alguns me doando as peças usadas que eles tinham. Mas depois de um tempo ninguém tinha mais nenhuma peça para me vender ou doar, e as skateshops eram muito distantes, e eu também não tinha condição financeira de comprar nenhum material, então foi ai que eu comecei a pegar os pedaços de shapes quebrados e remendar com os parafusos de base e alguns outros pedaços de madeira. Eu quase sempre andava com o shape remendado, um rolamento em cada roda, e o tênis eu colava uma câmara de pneu de carro logo que eu comprava, nos lados e na sola. Eu só tinha um vídeo de skate chamado DUOTONE, no qual eu assitia todos os dias e sempre procurava buscar inspiração para andar de skate e evoluir. Com o tempo eu fui fazendo bastante vídeos e postando no Facebook e YouTube, com isso vários amigos de outras cidades como Belém e Macapá começaram a me ajudar mandando peças pelo correios. Depois de um tempo eu ganhei o patrocínio de uma loja de Macapá, na qual me ajudou muito e sempre pagava minhas passagens e alimentação pra mim ficar alguns dias em Macapá andando de skate nas pistas e filmando. O que me fez vir pro Rio Grande do Sul foi que um amigo meu de Macapá se mudou para Caxias do Sul, e ele sempre me convidava para morar com ele e tentar viver o meu sonho do skate. Mas para mim isso era quase que impossível, pois nem eu nem meus pais tinham condições de me mandar para cá e muito menos me ajudar com os custos. Então foi ai que mais uma vez meus amigos entraram em ação e se propuseram a me ajudar, comprando minhas passagens e mandando dinheiro todos os meses para me ajudar com os custos, nessa nova fase da minha vida. E até hoje todos os meus amigos, principalmente os de Macapá, ainda me ajudam com dinheiro e muito incentivo pra nunca desistir desse sonho. Eu sou muito grato a todos os meus amigos , pois sem eles com certeza hoje eu não estaria aqui!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *